Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Piensa en mi

Do tempo em que via filmes do Almodovar às escondidas dos meus pais. Supostamente não tinha idade suficiente para "perceber". Eu percebia tudo... :)

 

 

 

Si tienes un hondo penar, piensa en mi
Si tienes ganas de llorar, piensa en mi
Ya ves que venero tu imagen divina
Tu parvula boca, que siendo tan niña
Me enseñó a pecar

Piensa en mi cuando sufras,
Cuando llores, también piensa en mi,
Cuando quieras quitarme la vida
No la quiero, para nada
Para nada me sirve sin ti.

Piensa en mi cuando sufras
Cuando llores, también piensa en mi,
Cuando quieras quitarme la vida
No la quiero, para nada,
Para nada me sirve sin ti.
música: Luz Casal - Piensa en mi
publicado por daily às 18:22

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

motherhood

Eu não sou mãe. Não tenho filhos. Não sei se quero ter. Mas, neste momento, e graças às minhas colegas educadoras, já sei tudo e mais alguma coisa sobre partos e, em especial, dos partos dos 500 filhos que cada uma delas tem!

E eu, com o meu sorriso 36 na cara, penso para os meus botões: lamento não ter nenhuma história de placenta para partilhar, nem nenhum nanosegundo de agonia parideira.

Às vezes, até me sinto mal por ter 30 anos e ainda não ter reproduzido nada que se veja...

 

sinto-me: a maluquinha da escola...
publicado por daily às 19:04

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

subtilezas

É de consenso geral que os homens não entendem conversas subtis. Nós, mulheres, aceitamo-lo como dado adquirido e os homens escudam-se atrás desta "verdade universal", até porque dá jeito. Dá jeito não perceber, dá jeito não ter compreendido, dá jeito não ter reparado.

Este rótulo de tontos assenta-lhes que nem uma luva e é desculpa para ignorar uma data de coisas.

Somos diferentes e seremos sempre diferentes, não importa o número de roupa interior que se queime. Aceito isso, além de que não sou feminista. Apenas acredito em igualdade de oportunidades. E, como tal, divido contas de jantares, tarefas domésticas, ofereço flores e, se necessário for, abro portas para os “senhores” passarem. Se, de facto, queremos igualdade assim é que está bem. A factura está paga.

Mas rotular todas a nossas acções e pensamentos como “coisas de gajas” e continuar como se não tivéssemos dito ou feito nada irrita-me profundamente. E isto acontece porque, na realidade, se trata apenas de uma manobra de diversão para evitar conversas e/ou situações conotadas como dificeis. Não sei, não ouvi e não reparei. Pronto. Assunto resolvido.

Há uma diferença substancial entre o drama de trazer por casa (utilizado por ambos os sexos) e querer discutir um determinado assunto. 

Chega de conotações. Assim não vamos lá.

(AHHHHHHH como odeio estereótipos!!!)

 

sinto-me: irritada!
publicado por daily às 18:42

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

somebody told me

É giro...Somebody told me, traduzido e covertido ao literalismo, vai dar Algum corpo disse-me...

 

 

 

 

Breaking my back just to know your name
Seventeen tracks and I've had it with this game
I'm breaking my back just to know your name
But heaven ain't close in a place like this
Anything goes but don't blink you might miss
Cause heaven ain't close in a place like this
I said heaven ain't close in a place like this
Bring it back down, bring it back down tonight
Never thought I'd let a rumor ruin my moonlight

Well somebody told me
You had a boyfriend
Who looked like a girlfriend
That I had in February of last year
It's not confidential
I've got potential

Ready? Let's roll onto something new
Taking its toll and I'm leaving without you

Cause heaven ain't close in a place like this
I said heaven ain't close in a place like this
Bring it back down, bring it back down tonight
Never thought I'd let a rumor ruin my moonlight

Well somebody told me
You had a boyfriend
Who looked like a girlfriend
That I had in February of last year
It's not confidential
I've got potential
A rushin', a rushin' around

Pace yourself from me
I said maybe baby please
But I just don't know now
When all I wanna do is try

Somebody told me
You had a boyfriend
Who looked like a girlfriend
That I had in February of last year
It's not confidential
I've got potential
A rushin', a rushin' around

 

 

sinto-me: bem...
música: The Killers - Somebody told me
publicado por daily às 16:06

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

Lies

 

 

 

 

 

I think it's time, we give it up
And figure out what's stopping us
From breathing easy, and talking straight
The way is clear if you're ready now
The volunteer is slowing down
And taking time to save himself

The little cracks they escalated
And before you know it is too late
For making circles and telling lies

You're moving too fast for me
And I can't keep up with you
Maybe if you slowed down for me
I could see you're only telling
Lies, lies, lies
Breaking us down with your
Lies, lies, lies
When will you learn

The little cracks they escalated
And before you know it is too late
For making circles and telling lies

You're moving too fast for me
And I can't keep up with you
Maybe if you'd slowed down for me
I could see you're only telling
Lies, lies, lies
Breaking us down with your
Lies, lies, lies
When will you learn

So plant the thought and watch it grow
Wind it up and let it go

música: Glen Hansard - Lies
publicado por daily às 18:39

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Mas quem é que nos pôs cá ao canto?!?

Eu gosto do meu país. Gosto e pronto. Tem coisas boas e más, mas é o meu país e está tudo dito. No entanto, estamos encurralados na ponta da Europa e sair daqui aproveitando as low cost é uma treta, porque as low cost são tudo menos low.

A minha melhor amiga foi viver para Barcelona e claro que já tenho mais de cinquenta mil planos de visitas a esta cidade, que não conheço, para matar as saudades de quem me faz falta todos os dias. Até aqui parece pacifico. Mas não é. Não consigo encontrar um voo low cost a menos de €100 e, ainda por cima, a horas estapafúrdias. Quem é que tem disponibilidade para sair de Lisboa às 4 da tarde num dia de trabalho?!? Eu, pelos vistos, não tenho...

E depois é ver as verdadeiras viagens low cost a saírem de Barcelona ou Londres, para o resto da Europa - leia-se resto da Europa como Europa propriamente dita, que nós aqui é só para disfarçar.

Meus amigos blogosféricos, ninguém me desenrasca um voozito para Barcelona (não custa tentar :))?

 

[imagem retirada de arrastão.org]

 

sinto-me: reduzida a sms
música: Antena 3
publicado por daily às 18:21

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 26 de Outubro de 2008

domingos

 

[Macanudo - Liniers]

publicado por daily às 18:23

link do post | comentar | favorito
|

sapos

A hora mudou e estou com uma dor de cabeça que não lembra a ninguém. Provavelmente, não existe nenhuma relação entre estes dois factos, mas é uma explicação tão boa como qualquer outra.

Na verdade, acho que foi do beijo. Sexta à noite fui dançar um bocado, para expulsar as energias que andam à pancada dentro de mim. E, assim do nada, aparece uma criatura que me dá um beijo na testa. Mas não foi um beijo qualquer... foi um beijo cheio de sentimento, de tal forma que até fiquei com a testa babada! E tal como veio, desapareceu. Talvez ele estivesse com esperança que eu me transformasse em princesa ou qualquer coisa do género...

E agora dói-me a cabeça. Raios parta estes cavaleiros do século XXI!!!

 

 

sinto-me: babada!
publicado por daily às 18:14

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 25 de Outubro de 2008

put your lovin' hand out

 

 

sinto-me: debaixo do sol de outono
música: Madcon - Beggin
tags: ,
publicado por daily às 15:18

link do post | comentar | favorito
|

pensamento de sábado à tarde na varanda a apanhar sol

"Quanto mais longe, mais perto me sinto de ti, como se os teus passos estivessem aqui ao pé de mim e eu pudesse seguir-te e falar-te e dizer-te o quanto te amo e como te procuro, no meio de uma destas ruas em que te vejo, zangado de saudade, no céu claro, no dia frio.
Devolve-me a minha vida e o meu tempo. Diz qualquer coisa a este coração palerma que nao sabe nada de nada, que julga que andas aqui perto e chama sem parar por ti."

Miguel Esteves Cardoso
 
 
publicado por daily às 15:14

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.now

. pensamento do dia

. um não-assunto

. pensamento do dia

. qual é a cor da inveja?

. espelho meu...

. pensamento do dia

. tenho tantas...

. welcome to hell!

. i just want to drink coff...

. why, God?! why?!

.other days

. Julho 2015

. Junho 2015

. Julho 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pegadas

Website counter

.às quantas ando...

love
cidades
queen
eat
travel