Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

as long as you love me so

 

 

música: Let It Snow! - Michael Buble
publicado por daily às 21:44

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

de malas feitas!

Os últimos dias têm sido uma correria. Com o Natal a aproximar-se tenho trabalhado que me desunho (quase literalmente) para que as prendas e decorações natalícias estejam concluídas a tempo e horas (Deus me livre de fazer má figura em frente das minhas colegas!!! eeheheh).

Mas amanhã vou arejar, vou encher-me de mundo! E quase tão bom como as viagens são os respectivos preparativos. Tudo bem que são só três dias, mas não quero que me faltem os essentials.

Como vou para o frio e para a neve (we hope!) tenho uma mochila cheia de meias de lã, cachecóis e camisolas interiores, daquelas mesmo pirosas mas que aquecem. Vou ser a gaja mais mal vestida debaixo do casaco!

Vemo-nos lá ou então por aí!

Bom fim-de-semana e BOM FERIADO :)))

sinto-me: levo ou não os óculos de sol?!
música: a chuva lá fora...
publicado por daily às 21:29

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Novembro de 2008

raízes

 

Maluda

Estremoz XVI

 

publicado por daily às 14:03

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

C.M.L. (Custas-me Muito Lisboa!!!)

Isto de viver num país governado por idiotas às vezes custa. Custa ter que ouvir a Ministra da Educação a "desavaliar" os professores (eu incluída), custa ouvir a Ferreira Leite a dizer disparates (quem é que a considera inimputável e a interna de vez??), custa ter um 1º Ministro a quem só falta criar o seu próprio canal de vendas em  televisão para vender o raio do Magalhães.

Mas a malta aguenta! Vamos aguentando porque, afinal, até há coisas boas. Em Lisboa temos a luz, o Tejo, o sol, o céu particularmente azul, as esplanadas e o Bairro Alto, para onde vamos purgar aos fins-de-semana aquilo que acumulámos durante a semana.

E, mais uma vez, volta a custar viver num país governando por idiotas. Fechar o Bairro às 2 da manhã faz tanto sentido como fechar a 2ª Circular à mesma hora, porque o barulho dos automóveis incomoda quem mora nos prédios aí ao pé! É que nem vale a pena andarmos aqui a tentar perceber se quem surgiu primeiro foi o ovo ou a galinha.

Será que para a Câmara Municipal de Lisboa o Bairro Alto cheio de putas silenciosas era melhor que ter malta nova barulhenta?

Não sei. E não compreendo como chegámos a isto.

Por favor, assinem.

http://www.petitiononline.com/bairalto/petition.html 

 

Bom fim-de-semana. Vemo-nos no Bairro:)

 

sinto-me: pronta pós copos!
música: Antena 3
publicado por daily às 18:40

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Já cá estamos há um ano!

Eu e a Letra T!

Parece que foi ontem que comecei a escrever aqui. O tempo passa a correr :)

É giro agora lembrar porque comecei o blogue e as mudanças que, entretanto, ocorreram na minha vida.

Um ano de blogue depois sinto-me com vontade para continuar!

 

sinto-me: orgulhosa!!!
publicado por daily às 17:55

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

are we human?

 

 

publicado por daily às 20:08

link do post | comentar | favorito
|

A mentira da mentira

A situação é chata. E ainda o é mais porque se passa comigo. Basicamente estou numa situação cliché, onde o noivo (não apenas namorado, mas NOIVO!!!) de uma amiga se faz descaradamente a mim.

E poderia eu achar que tudo não passaria de invenção minha, se não chovessem mensagens e telefonemas no meu telemóvel, cada vez que o dito bebe uns copinhos e se lhe solta a veia selvagem de filho da p*** que é!

Tudo isto me faz ficar grande e verde, porque além de eu ser amiga dela, desde a infância, houve uma altura em que era mesmo muito amiga dele. Claro que com estas demonstrações exacerbadas de muito amor para dar tive que me afastar dele, optar pelo minímo contacto e apenas quando está o grupo de amigos reunido.

E irrita-me também o facto de não poder falar com ela, pois certamente que a culpa seria minha. E ele seria a vitíma. E como não tenho nem tempo nem calorias para gastar com isto, opto por ficar calada no meu canto e fingir que nada se passa.

Como o casamento está para breve, espero que a aliança no dedo o faça ganhar mais algum carácter. Se tal não acontecer, torna-se simples: deixo de ver e parto-lhe a cara!

E isto leva-me a pensar (mais uma vez) que as mulheres reagem sempre contra elas próprias. Em caso de traição, protegem os "respectivos" e a culpa é toda da "outra". Ora, para mim isto não faz sentido nenhum. Não é o namorado ou marido que se comprometeu a ser fiel?!? Parece-me simples.

Neste caso em particular tenho pena. Pena de não poder falar. Pena de não proteger a minha amiga. Mas, em última instância, tenho que tomar conta mim. De qualquer forma, esta decisão não me faz sentir bem. Não me passo a mão ela cabeça. 

Raios!!!

 

sinto-me: com vontade de bater em alguém
música: The Killers - Human
publicado por daily às 18:49

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

outra geração

Ontem, na esplanada, dois teens discutiam. Eu, juro que não queria ouvir, mas acabei por levantar e olhos e olhar para eles.

 

Teen1 - Opá, não me chateies!!! Já te disse que não!

Teen2 - Fogo!!! Dass!!! Vá lá, anda lá!

Teen1 - Não me chateies!!! Olha, vai ver se eu estou on-line!!!

 

Achei lindo a substituição do "vai ver se está a chover" ou qualquer coisa do género, pelo "vai ver se eu estou on-line".

 

Começo a sentir-me velha...

 

sinto-me: velhota...
publicado por daily às 18:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

A tal de morte, que faz parte da vida

Tenho saudades tuas. Daquelas saudades que me cansam o peito e fazem a barriga doer. Nunca me curei de tua morte e agora acho que nunca irei fazê-lo.

Sinto falta dos teus beijos, dos teus abraços e de ser princesa pelas tuas palavras doces e gentis, de um cavalheiro de outros tempos.

Lembro-me dos teus olhos tão azuis, que eu não tenho. E lembro-me do teu nariz esquisito e do teu mau-feitio, que tenho, tal como tu. Igual a ti.

Quando passo pela tua casa sinto uma esperança quase infantil de ainda te ver lá, à porta, a sorrir.

E choro, mil vezes, mil lágrimas. Faço uma birra a mim própria, não querendo acreditar que nunca mais te vou ver, tocar as tuas mãos ou rir-me das tuas graças, também elas de outros tempos.

E escrevo-te, porque não sei fazer mais nada. Porque me viste surgir no mundo e eu tive que te ver sair dele.

 

 

sinto-me:
publicado por daily às 19:54

link do post | comentar | favorito
|

.now

. pensamento do dia

. um não-assunto

. pensamento do dia

. qual é a cor da inveja?

. espelho meu...

. pensamento do dia

. tenho tantas...

. welcome to hell!

. i just want to drink coff...

. why, God?! why?!

.other days

. Julho 2015

. Junho 2015

. Julho 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pegadas

Website counter

.às quantas ando...

love
cidades
queen
eat
travel