Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

balanços

Nunca fui boa a fazê-los. E descobri cedo, ainda na escola secundária, onde (e nem sei muito bem porquê) tinha uma disciplina de contabilidade. Tínhamos que fazer balanços de empresas fictícias e recordo-me que no final os valores tinham que coincidir. Claro que nunca consegui realizar tal feito e apenas passei com nota positiva porque era boa aluna em tudo o resto. :)

Parvoíces à parte, balanços não é comigo. Não dá. Não sou objectiva e perco-me em divagações. Sou mais para a filosofia.

No ano que estamos agora a deixar houve espaço para muita coisa. Boa e menos boa. O humor foi flutuando como as estações do ano, entre excessos e privações de tudo e mais alguma coisa. O equilíbrio, esse, é o mais complicado de conquistar.

Como as resoluções para 2008 ainda estão meio por realizar (algumas!!!) este ano não me resolvi a fazer nada no próximo. Vou andar ocupada a viver com o que surgir e logo se verá.

A todos um bom ano de 2009. Vão beber porque dia 1 de Janeiro sem ressaca não tem sentido.

 

 

 

 

 

sinto-me: preparada para o fim de ano!
publicado por daily às 18:53

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

ai ai ai ai ai ai ai ai

 

 

música: Guns n' Roses - Sweet child o' mine
publicado por daily às 18:05

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

I feel so extraordinary

 

 

música: New Order - True Faith
publicado por daily às 17:50

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Dezembro de 2008

a vida. o amor. a máquina.

 

 

música: Jovanotti - Come musica
publicado por daily às 15:41

link do post | comentar | favorito
|

Quantas vezes já disseste "Eu amo-te"?

À volta de uma mesa de um bar de jazz, copos de imperial, garrafas de minis e taças semi-vazias de pipocas, misturavam-se com maços de cigarros vazios, cinzeiros sujos e isqueiros coloridos.

Conversava-se sobre tudo e nada, daquelas conversas que se repetem ano após ano. Como está a tua vida, como está a minha, como vai o mundo, o melhor filme do ano, como vai o coração, está partido ou já sarou.

Quantas vezes disseste amo-te? Quantas vezes o sentiste? E como o sentiste? Foi sempre igual? Diferente? Porquê? O que foi que aconteceu no caminho?

Crescemos a ouvir amo-tes em todo o lado. E quase que nos sentimos obrigados a dizê-lo também, com receio de que algo fosse faltar à nossa existência.

Hoje já não dizemos. Ganhámos esse direito. Somos mais reais e mais maduros. Já não nos deslumbramos da mesma forma, o que não é forçosamente mau. Apenas não é igual.

Descansamos.

Voltaremos a dizer amo-te aos nossos netos.

 

sinto-me:
publicado por daily às 15:14

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

O Natal acabou

O Natal já passou. Não custou nada! Minto... custou um bocadinho...mas foi compensado com horas de ócio e prazer na companhia de pessoas com quem, em todos os outros dias, não se costuma estar, por inúmeras razões.

Se gostei? Nem por isso, mas nem sempre podemos pensar só em nós e na nossa existência. Natal é dar um pouco do nosso tempo a quem dele tem saudades, certo? Por aí fiz a minha parte.

Um amigo dizia-me que não gostar desta época está na moda. Fica bem e é fashion. Nada me poderia interessar menos. Nem quero saber. Não passa por aí a minha falta de vontade natalícia.

 

tags:
publicado por daily às 15:06

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

implicante

 

 

publicado por daily às 20:17

link do post | comentar | favorito
|

casa pré-fabricada

Na verdade, já me habituei a estar sem ti e espanto-me cada vez que penso nisso. Não é que eu não acreditasse em mim ou nas minhas capacidades, mas cheguei a duvidar delas. Dei-te ouvidos quando me dizias coisas inoportunas em momentos não mais oportunos.

Tinha medo que o ar deixasse de ser respirável pela força da tua ausência e comprovei o oposto.

Não sei quantas luas ainda irão passar para me passar, a mim, o vazio que cá ficou. Entretanto, vou-o preenchendo com coisas reveladoras do mundo que me rodeia e que aprendi a viver.

E decidi que me vou casar com o primeiro grande amor que me aparecer pela frente, pois não sei amar de outra forma nem tão pouco relativizar a paixão. Para mim, todos os amores são grandes, pois são os meus.

E as horas nunca voltam para trás.

sinto-me: a beber minis
música: Muito pouco-Maria Rita
publicado por daily às 20:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

...

 

publicado por daily às 20:24

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

ovelhas

Dias há em que me sinto uma...

 

sinto-me: endemoniada!!!
publicado por daily às 19:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.now

. pensamento do dia

. um não-assunto

. pensamento do dia

. qual é a cor da inveja?

. espelho meu...

. pensamento do dia

. tenho tantas...

. welcome to hell!

. i just want to drink coff...

. why, God?! why?!

.other days

. Julho 2015

. Junho 2015

. Julho 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pegadas

Website counter

.às quantas ando...

love
cidades
queen
eat
travel