Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Ilusões

Encontrei umas páginas escritas por mim, há cerca de 15 anos atrás. Meio amarelas do tempo, é certo, mas cheias de coisas importantes que me disse a mim própria. Fiquei impressionada com a actualidade dos conteúdos e de verificar que, em plena adolescência, já as grandes dúvidas e questões me assaltavam. Não me recordo bem, mas acho que estas frases foram, ou retiradas do "Ilusões" de Richard Bach, ou pelo menos foi este livro a minha inspiração.

 

Escrevi ainda uma data de queixas sobre a minha vida na altura. Lembrem-se que tinha cerca de 15 anos. Não sejam demasiado exigentes!

 

"Isto - Dia 1 de Julho de 1993

Isto é apenas uma fantasia de adolescente. Tenho 15 anos, e como tal, estou na onda dos Resistência, na ilusão do tabaco e na aparência da roupa de marca...

Será que me conheço de verdade? Não sei... Talvez eu seja a mistura da ingenuidade das crianças, da tristeza da guerra e do perfume sério das árvores. Isto sou eu...

Perspectiva. Usa-a ou perde-a. Lembra-te de onde vieste, para onde vais, e por que é que, à partida arranjaste o sarilho em que estás metido. Lembra-te, vais morrer de uma morte horrível. Tudo faz parte de um bom treino e terás mais prazer se mantiveres os factos presentes.

No entanto, leva a tua morte a sério. Rires-te a caminho da execução não é geralmente entendido pelas formas de vida menos avançadas e dirão que és doido.

Vive para nunca te envergonhares se alguma coisa que faças ou digas for publicada em todo o mundo - mesmo que aquilo que for publicado não seja verdade.

A tua única obrigação em qualquer tempo é ser verdadeiro para contigo próprio, ser verdadeiro para com qualquer outra pessoa ou qualquer outra coisa.

Prova as tuas limitações e sem dúvida elas serão tuas.

Nunca te é dado um desejo sem também te ser dado o poder de o realizares. Contudo poderás ter de lutar por isso.

O pecado original é limitar o SER. Evita cometê-lo.

A verdade que tu falas não tem passado nem futuro. E é só isso que precisa ser.

Se tentares durante algum tempo usar a ficção, acabarás por entender que as personagens de ficção são por vezes mais reais do que as pessoas de carne e osso.

Não fiques desanimado com as despedidas . Uma despedida é necessária antes de poderes ter novo encontro.

Eis um teste para descobrir se a tua missão na terra está terminada: se estás vivo não está."

 

sinto-me:
música: Jason Mraz - I'm yours
publicado por daily às 19:13

link do post | comentar | favorito
|

.now

. pensamento do dia

. um não-assunto

. pensamento do dia

. qual é a cor da inveja?

. espelho meu...

. pensamento do dia

. tenho tantas...

. welcome to hell!

. i just want to drink coff...

. why, God?! why?!

.other days

. Julho 2015

. Junho 2015

. Julho 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.pegadas

Website counter

.às quantas ando...

love
cidades
queen
eat
travel